Cientistas acidentalmente criam enzima mutante que come garrafas de plástico (!!!)

O avanço, impulsionado pela descoberta de insetos comedores de plástico em um lixão japonês, poderia ajudar a resolver a crise global da poluição por plástico.

Os cientistas criaram uma enzima mutante que quebra garrafas de bebidas plásticas – por acidente. O avanço pode ajudar a resolver a crise global da poluição por plásticos, permitindo pela primeira vez a reciclagem completa das garrafas.

A nova pesquisa foi estimulada pela descoberta, em 2016, da primeira bactéria que naturalmente evoluiu para comer plástico, em um depósito de lixo no Japão. Os cientistas agora revelaram a estrutura detalhada da enzima crucial produzida pelo inseto.

A equipe internacional então ajustou a enzima para ver como ela evoluiu, mas os testes mostraram que inadvertidamente a molécula foi ainda melhor ao quebrar o plástico PET (polietileno tereftalato) usado em garrafas de refrigerante. “O que realmente resultou foi que melhoramos a enzima, o que foi um pouco chocante”, disse o professor John McGeehan, da Universidade de Portsmouth, no Reino Unido, que liderou a pesquisa. “É ótimo e uma descoberta real.”

A enzima mutante leva alguns dias para começar a quebrar o plástico – muito mais rápido do que os séculos que leva nos oceanos. Mas os pesquisadores estão otimistas de que isso pode ser acelerado ainda mais e se tornar um processo viável em grande escala.

“O que esperamos fazer é usar essa enzima para transformar esse plástico de volta em seus componentes originais, para que possamos literalmente reciclá-lo de volta ao plástico”, disse McGeehan. “Isso significa que não precisamos desenterrar mais petróleo e, fundamentalmente, reduzir a quantidade de plástico no ambiente”.
Cerca de 1 milhão de garrafas plásticas são vendidas a cada minuto em todo o mundo e, com apenas 14% recicladas, muitas acabam nos oceanos, onde contaminaram até mesmo as partes mais remotas, prejudicando a vida marinha e potencialmente pessoas que comem frutos do mar. “É incrivelmente resistente à degradação. Algumas dessas imagens são horríveis ”, disse McGeehan. “É um desses materiais maravilhosos que foram feitos um pouquinho bem demais”.

Estou emocionada ! Como agradecer a esses cientistas? 

The enzymes could enable plastic bottles to be fully recycled for the first time. Photograph: Fred Dufour/AFP/Getty Images

Scientists have created a mutant enzyme that breaks down plastic drinks bottles – by accident. The breakthrough could help solve the global plastic pollution crisis by enabling for the first time the full recycling of bottles.

The new research was spurred by the discovery in 2016 of the first bacterium that had naturally evolved to eat plastic, at a waste dump in Japan. Scientists have now revealed the detailed structure of the crucial enzyme produced by the bug…. THE GUARDIAN 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s